PT + 351 275 471 329 | PT + 351 912 709 457 info@kazasdoserado.com

 

 

semana_brasil

A Câmara de Belmonte vai promover entre domingo e o dia 24 “A Semana do Brasil”, iniciativa que pretende estreitar os laços com aquele país e reforçar a estratégia de promoção internacional do município.

 

“Faremos tudo o que for possível para divulgar, promover e `vender` Belmonte fora de portas, não só em Portugal como em outros países”, referiu o presidente do município, António Dias Rocha.

O autarca considerou que ações como as que serão realizadas a partir de domingo podem contribuir para “cativar mais pessoas para o município”, designadamente turistas, novos habitantes e também empresários.

“Queremos dizer a todos que são bem-vindos a Belmonte e que serão bem recebidos no nosso concelho”, sublinhou.

A “Semana do Brasil” arranca naquele que é considerado o “Dia do Índio no Brasil” e terá como convidados especiais seis brasileiros: dois técnicos de turismo de Porto Seguro e quatro índios Pataxó, entre os quais uma criança de oito anos.

Esta comitiva irá participar em várias atividades programadas, que vão desde a pintura ao cinema, passando pelo teatro, pela música e pelo artesanato.

Entre os momentos mais relevantes está a apresentação de uma peça musical e duas peças teatrais, uma delas representada por crianças de Belmonte com idades entre os 07 e os 10 anos.

“No domingo teremos a peça musical feita pelos índios Pataxó — `O Encontro` – que terá música medieval do século XV, quando Pedro Álvares Cabral chegou às terras do Brasil”, especificou Joaquim Costa, presidente da Empresa Municipal de Promoção e Desenvolvimento Social de Belmonte.

No dia seguinte, sobe ao palco a peça realizada pelos alunos de Belmonte, intitulada “Os Índios e a Floresta”, que retrata a vida dos índios com uma grande vertente ambiental.

Já no dia 21, serão os brasileiros a subir ao palco com a peça “O Mensageiro”, que tem como tema central a carta escrita por Pedro Vaz de Caminha e na qual este relata as primeiras impressões após a descoberta do Brasil.

Do programa consta ainda a realização de uma videoconferência entre alunos de Belmonte e de Porto Seguro, bem como exposições, “workshops” e visitas aos espaços mais emblemáticos do concelho, nomeadamente a dois dos museus da vila onde Pedro Álvares Cabral, o navegador português que descobriu o Brasil, terá nascido.

“Praticamente que podemos dizer que Belmonte foi o berço do Brasil, porque foi aqui que Pedro Álvares Cabral nasceu (…) e se perguntarmos a qualquer belmontense, aqui um brasileiro é tratado como um irmão, daí que esta aposta faça todo o sentido”, referiu Joaquim Costa.

Esta iniciativa precede ainda as comemorações do Dia do Concelho, que decorrem nos dias 24,25 e 26 de abril e cujo programa contará, além da habitual sessão solene, com concertos musicais e celebrações religiosas.

retirado de:

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=821109&tm=4&layout=121&visual=49

 

Mais informações:

http://cm-belmonte.com/?q=node/340